IL DOMINIO DI BAGNOLI IL DOMINIO DI BAGNOLI

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

IL DOMINIO DI BAGNOLI

IL DOMINIO DI BAGNOLI

    IL DOMINIO DI BAGNOLI

Newsletter

*

Espaços que são marcados com um asterisco (*), são absolutamente necessárias



IL DOMINIO DI BAGNOLI


IL DOMINIO DI BAGNOLI
Fichas de Produtos
Etichetta Friularo Giovane

Friularo Joven:

Friulano 100%. Uvas rigorosamente de produção própria. No processo de produção são adotadas técnicas de baixo impacto ambiental e alta compatibilidade “eco”. A fermentação é conduzida com microflora indígena, sem adição de anidrido sulfuroso (a quantidade apresentada é oriunda de forma natural produzido pelas leveduras). A maturação acontece em tinas de cervalho para ressaltar o património aromático do vinho, o qual segue um período para o afinamento, em garrafa. A cor é vermelho rubi intenso, ao olfacto saltam notas de cereja marasca e violeta mammola, seco, adaptado para acompanhar carnes ao molho bem condicionado, “anguilla ai ferri”, queijos gordos de média guarda. Bagnoli Classico D.O.C. – (0,75 l)

Etichetta Bianco S.Andrea

Branco S. Andrea:

Sauvignon 60%, Chardonnay, 30% e Friularo 10%. 4400 plantas/ha; 6300 l/ha. O vinhedo encontra-se no interior do vinhedo “CRU” de S. Andrea, de antiga fama, assim denominado pelos monges Beneditinos no século XIII. Fermentação com leveduras selecionadas à temperatura controlada e maturação em recipientes de cimento por seis meses. De cor é amarelo palha, o perfume recorda o jasmim com finos aromas de sálvia e frutas de polpa branca. Seu encontro ideal é com primeiros pratos a base de queijos frescos e peixes como rombo e “ombrina” ao sal- Bagnoli Classico D.O.C. -  (0,75 l)

Etichetta Friularo Riserva

Friularo Riserva:

Friularo 100%; 4.400 plantas/ha; 6.300 l/ha. Obtém-se pelo suave esmagamento e fermentação com leveduras indígenas, sem controle de temperatura, maceração de duas semanas com duas remontagens diárias; maturação de quinze meses em tonél de madeira grande e seis meses de afinamento em garrafa. Vermelho rubi intenso, tendente ao ocre com o avançar da maturação, intenso, frutado, com notas características de cereja morello e violeta.  Gosto ajustadamente tânico, fresco - em equilíbrio com a acidez. Indicado para queijos gordos de média maturação, caçarolas de carne, enguia grelhada.  - Bagnoli Classico D.O.C. - (0,75 l; 0,5 l)

Etichetta Rosso Riserva

Tinto Reserva:

O vinho de Emile Peynot; este sábio encontro entre as vinhas autóctones e internacionais é fruto da intuição técnica de um dos mais famosos enólogos do mundo, que concebeu as uvas de Merlot, Cabernet, Friularo, Carmenere, que viriam a produzir o “Bagnoli Rosso” (Bagnoli tinto). 4400 plantas /ha; 6300 l/ha. A fermentação inicia com leveduras indígenas. A maturação è de 27 meses em tinas de carvalho de pequena e grande dimensão, com assemblagem final antes do engarrafamento. A “Riserva” é produzida somente em anos “excepcionais”, a coloração é vermelho-rubi intenso, o sabor frutado, vinoso, com aromas de frutas de bosque, de cereja marena com notas especiais de canela, tabaco e cacau. Adapta-se a primeiros pratos ao molho de carne vermelha e gorda, e a caçados como javali e veado- Bagnoli Classico D.O.C. -  (0,75 l)

Etichetta Bianco SS Trinità

Branco S.S. Trinità:

Chardonnay 70%, Sauvignon 20%, Friularo 10%; 4400 planta/ha; 6300 l/ha. Colhido no vinhedo S.S. Trinità. O esmagamento é suave e a fermentação é executada com leveduras selecionadas a temperatura controlada. Uma parte é afinada em tinas grandes de carvalho e outra parte em barricas, é então assemblado (misturado) antes do engarrafamento. Amarelo brilhante com reflexos dourados, ao olfato saltam os aromas de fruta de polpa branca e exótica, com aromas de mel e de especiarias que lembram a baunilha e a manteiga de cacau. Conciliado com risoto ao cogumelo-porcini, tortelli a gorgonzola e nozes, grelhados de peixe, queijo de envelhecimento médio- Bagnoli Classico D.O.C. - (0,75 l)

Etichetta Merlot

Merlot:

Merlot 100%; 5100 plantas /ha; 7700 l/ha; produto com uvas da “Agricoltura Biologica”, certificado I.C.E.A. o esmagamento é suave, a fermentação é realizada com leveduras selecionadas e com temperatura controlada maceração de uma semana com duas montagens diárias. Vinho jovem, onde se busca ressaltar o fruto e o frescor. Tinto rubi vivo, tendente à púrpura, delicado, frutado, com perfume agradável de violeta mammola. Ótimo para acompanhar primeiros pratos ao molho de carne, carne ao alecrim, queijos de leite cru à crosta lavada de cura média- Bagnoli Classico D.O.C. - (0,75 l)

Etichetta Cabernet

Cabernet:

Cabernet 100%; 4400 planta/ha; 7700 l/ha. Vinho jovem o qual ressalta o frescor e o fruto. Produto com esmagamento suave, fermentação com leveduras indígenas e temperatura controlada, maceração de uma semana com duas montagens diárias. Tinto rubi intenso. O perfume do vinho é herbáceo, recorda o pimentão verde, e frutos do bosque. Seco, rico, equilibrado e aveludado. Combina com pratos ao molho de carne, javali, queijos de leite cru de elaboração clássica de média cura. - Bagnoli Classico D.O.C. -  (0,5 l; 0,75 l)

Etichetta Pinot Grigio

Pinot Grigio:

Pinot Grigio 100%; 4200 plantas/ha; 10500 l/ha. A cultivação segue a disciplinar “agricultura biológica”, ou seja, sem o uso de fungicidas sistêmicos e se síntese, de inseticidas e de herbicidas. Certificado I.C.E.A.. O esmagamento é suave e é seguido de uma decantação à frio por 24 horas. A fermentação é executada com leveduras selecionadas a temperatura controlada, maturação em recipientes de cimento por 5 meses. Amarelo palha com reflexos esverdeados, floral. Pode ser servido com “antipasti” de saladas, primeiros pratos com molho de carne branca, filé de peixe espada na grelha, queijos de crosta lavada de meia cura– I.G.T. Veneto - (0,75 l)

Etichetta Friularo Vendemmia Tardiva

Friularo Vindima Tardia:

Friularo 100%; 5.100 plantas/ha; 4.900 l/ha. De sabor intenso, frutado, com características de cereja marasca da “Vendemmia Tardiva/Vindima tardia”, a uva é colhida após o verão de São Martino, em Novembro, quando os grãos são recobertos com primeira “Brosema” – geada, em dialeto italiano. Após a fermentação realizada por leveduras indígenas, o vinho inicia seu longo percurso de afinamento, repousando por 27 meses em tinas grandes de carvalho e depois fica na garrafa por no mínimo seis meses. Para ser bebido com carnes gordas, na brasa e queijos curados  - Bagnoli Classico D.O.C. - (0,75 l)

Etichetta Friularo Passito

Friularo Passito:

Friularo 100%; 4.000 plantas/ha; 90 Quilos/ha, 3.000 l após o “apassimento”. Produzido com uvas colhidas a mão, na segunda década do mês de outubro, os grãos de Friularo, são adaptados ao longo período de apassimento em despensas-secadoras. Após o esmagamento, sem adição de anidrido sulfuroso, segue a primeira fermentação com leveduras indígenas, sem o controle da temperatura; a fermentação natural prossegue muito lentamente em tinas de carvalho. Após 36 meses em madeira o vinho conclui um afinamento seguido por um período mínimo de 12 meses em garrafa. Vermelho rubi intenso com reflexos ocres, o seu perfume elegante forma um arco-íris de condimentos. O casamento perfeito para queijos mesclados de grande espessura e afinados em lapa, confeito seco, chocolate fundente, e tartufos ao chocolate - Bagnoli Classico D.O.C. - (0,5 l)

Etichetta Bianco San Lorenzo

Branco S. Lorenzo:

Chardonnay 40%; Sauvignon 40%; Friularo 20%; 4200 plantas/ha; 4000 l/ha. As uvas de Chardonnay e Sauvignon do lote de S. Lorenzo são colhidas em sobrematuração, cerca de um mês após a época normal da vindima, em presença de Botrytis cinerea (podridão nobre). O ligeiro ataque botrítico, a longa maturação em tinas de pequena dimensão, permitem a obtenção de um vinho amarelo dourado intenso, de perfume elegante, frutado, com aromas de fruta madura e de mel e baunilha, afinado, os quais destinam a um matrimonio com primeiros pratos aromatizados ao tartufo, paté de fois gras, e queijos embolorados - Bagnoli Clássico D.O.C. - (0,75 l)

Etichetta Friularo 1988

Friulario 1988:

Friularo 100%. Reserva histórica deste ano. Produzido com pisa suave e fermentação com leveduras seleccionadas e com temperatura controlada, maceração de trinta dias. O afinamento ocorreu por quatro anos em tinas grandes de madeira e os próximos anos em garrafa. Vinho de insuperável longevidade que a cada estação surpreende com a própria capacidade de evoluir, dando ao degustador sensações sempre mais complexas e austeras. Vinho que conciliamos ao amante do vinho “extremos” onde a degustação evoca o impacto emotivo-sensorial. Para acompanhar javali selvagem assado, salames bem envelhecidos assim como queijos não pasteurizados bem envelhecidos. Vino da Tavola Rosso 1988 – (0,75 l )

Etichetta Rosso 1988

Tinto 1988:

Merlot 40%, Friularo 30%, Cabernet Sauvignon 15%, Cabernet Franc 10%, Carménère 5%. Reserva histórica deste ano. Produzido com pisa suave e fermentação com leveduras seleccionadas e com temperatura controlada, maceração de trinta dias. O afinamento ocorreu por quatro anos em tinas grandes de madeira e os próximos anos em garrafa. Vinho de grande longevidade que nao falha em impresionar por sua capacidade de demonstrar em seu bouquet a alma de Bagnoli: corpo, minerais, pantano. A ser consumido com carnes temperadas, salames bem envelhecidos, queijo de leite de cabra. - Vino da Tavola Rosso 1988 – (0.75 l)

Etichetta Bianco Spumante Charmat

Espumante Branco Charmant:

Friularo (70%), Chardonnay (20%), Pinot Grigio 10%; 4400 plantas/ha; 7700 l/ha. Esmagamento suave e fermentação com leveduras indígenas a temperatura controlada em ausência de anidrido sulfuroso. A segunda fermentação é iniciada em auto-clave (Método Charmat longo), por um período de 9-12 meses, com leveduras selecionadas, com temperatura próxima aos 15°C, para obter-se um “perlage” finíssimo. O olfato é fragrante. Com notas características de pêssego e hidrocarbonetos e com uma prazerosa persistência aromática. O acompanhamento ideal é peixe, sopa de peixe e queijo de cabra com pasta branda. - Bagnoli D.O.C. - (0,75 l)

Etichetta Bianco Spuimante Metodo Classico

Espumante Branco Metodo Clássico:

Um "Millesimato" produzido somente em anos excepcionais a partir de uvas de Friularo (70%), Chardonnay (20%). 4400 plantas/há; 6300 l/há. O esmagamento é suave e a fermentação acontece com levedura indígena à temperatura controlada, com adição de anidrido sulforoso. A segunda fermentação acontece em garrafa; depois de um período de afinamento sobre leveduras de no mínimo  5 anos é “degorjado”, segue a maturação em garrafa por ao menos um ano. Olfato intenso, fragrante, recorda frutas secas, com notas características de crosta de pão. Combina prazerosamente com primeiros pratos a base de crustáceos,  crustáceos ao molho rico, e Grana Padano     - Bagnoli D.O.C. - (0,75 l; 1,5 l)

Etichetta Grappa di Friularo Bagnoli

Grappa de Friularo de Bagnoli:

A grapa de Friularo è obtida por destilação em alambique descontínuo à banho-Maria do pomaço do Friularo. A destilação deve acontecer no período imediatamente sucessivo a vindima, de modo que o pomaço mantenha os aromas primarios da uva. A grapa representa la tradicao do destilado Veneto e conserva o excepcional patrimonio aromatico do Friularo de Bagnoli: o sabor frutado, com aromas caracteristicos de frutos do bosque, especialmente de cereja “amarena” com notas especiais de canela, tabaco e cacao.

Etichetta Brandy di Friularo Bagnoli

Brandy de Friularo de Bagnoli:

O vinho Friularo de Bagnoli é destilado em banho-maria em destilador descontínuo, o Brandy é entao posto em barris de madeira para enfrentar um longo periodo de afinamento. È um produto suave, harmonico, onde sao resaltados aromas de cacao, tabaco e canela. ALC. 40%.